Deus silenciosamente
Recompensa a boa coragem
Dos que se cagando de medo
Se jogam de cara e bagagem

Sem saber se vai dar merda
Se é na certa ou bobagem
Estufam o peito e bancam
Dão início à decolagem

Não questiona o lugar alheio
Batalha sua hospedagem
Não sacaneia, não puxa tapete
Nem reza pedindo vantagem

Entende que toda quebra
Tem conserto com boa soldagem
E acelera sem pena
Mesmo querendo frenagem

Deus abençoa e acolhe
Quem dá conta dessa viagem
Porque a coragem da vida
É à Deus a melhor homenagem

Mônica Raouf El Bayeh

Comente com Facebook

Se quiser conhecer meus livros