– Não peça que o dia seja bom, construa um dia bom.

– Dias não nascem prontos. Dias são artesanais.

– Para cada pessoa que espera por um bom dia, há um dia esperando por uma boa pessoa.

– Um dia de cada vez já te garante atividade por 24h.

– Cada dia é único. Não há reprise, nem ré. É pegar ou largar. Invista.

– Dias são brinquedos de montar. Ele traz as peças. Você é quem determina o produto final.

– Dias são como barro. Quem dá a forma é você.

– Cada dia é um presente seu. Desembrulhe, monte e aproveite.

– Uns dias nascem desbotados com cor de parede velha. Não se deixe contaminar. Colora seu dia.

– Enxergue possibilidades, detalhes, diversões. Ache graça. Ria sozinho. Dance pela casa. Todo dia é especial, basta fazer.

– É preciso olhar com brilho para a vida para que ela não siga fosca para você.

Fica a dica! 😉

Foto : Randy Sholten

Quer mais um dedo de prosa? Envie sua história, sugestões, dúvidas para monica.bayeh@extra.inf.br

Quer conhecer outros trabalhos da autora, acesse: http://poesiatodaprosa.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/pages/M%C3%B4nica-Raouf-El-Bayeh-Poesia-Toda-Prosa/492489637457420?fref=ts

Leia mais: http://extra.globo.com/mulher/um-dedo-de-prosa/nao-peca-um-bom-dia-trabalhe-por-ele-10334086.html#ixzz4MxZ7ztCl

Comente com Facebook

Se quiser conhecer meus livros