terça-feira, junho 27, 2017

Alegria é possível

Tudo tem um jeito

Mar de estrelas

Embaixo da minha cama

  Embaixo da minha cama Tem um monstro que ronca e baba Diz se chamar angústia Ele chega, tudo desaba Monstro chato, desconfortável Fedorento e sem assunto Corro fugindo dele O sem noção corre junto Quando rio , ele se afasta Se danço, ele se desfaz Mas meio deslize, já...

Descubro que me transcendo

  A velha forma me aperta Me rasgo em novo tamanho Engraçado, não me dou conta Sinto o novo, mas não estranho Mais feliz do que antes Me percebo em novo formato Me rasguei em perdas e danos Mas ressurjo do nada, sou mato Na sensação do arriscado Coração...

Não importa o corpo

Voo

Vote em mim

Sou eu que faço meu clima

Algumas vezes de sempre O próprio olhar desanima Pena de si mesmo Se achar coitado dizima! Sempre e de vez em quando Qualquer palavra tem rima O que busco no que combina É o que me legitima Vejo o que direciono O que penso se aproxima Me empurra para...

Melhor feliz e sozinha

ÚLTIMOS TEXTOS

Respire fundo

Silêncio

Falta

Diferenças

Perspectiva