terça-feira, junho 27, 2017

Um passo de cada vez

Eu e você

Eu e você

  Eu sou passo Você é rua Eu me perco Você situa Eu medro Você atua Eu paro Você continua Eu escrevo Você pontua Por isso a gente dá certo Por isso que continua Ninguém sabe É segredo nosso Mas a minha sombra Na tua É o que Ilumina a lua     Mônica Raouf El Bayeh

Oi

 Oi  Passei para dar um oi Porque a saudade é grandona E sem você fico assim Meio empada sem azeitona Então queria saber Sem querer ser muito entrona Se no seu coração tem vaga  Para eu ir de carona              Mônica Raouf El...

Eu e você

  Eu sou passo Você é rua Eu me perco Você situa Eu medro Você atua Eu paro Você continua Eu escrevo Você pontua Por isso a gente dá certo Por isso que continua Ninguém sabe É segredo nosso Mas a minha sombra Na tua É o que Ilumina a lua     Mônica Raouf El Bayeh

Te quero assim desse jeito

  Se minha alma for caipirinha Você é o melhor limão Você é mar bem calminho Num dia de lindo verão Você é vela acesa Em fechada escuridão Te quero assim desse jeito Sem nenhuma alteração Porque você me encanta Acelera meu coração Minha casa vazia Só quer você de botão  ...

Minha árvore da gratidão

  Minha árvore de natal Esse ano será diferente Não vai ter bola, estrela Outro tipo de pingente Não pendurarei meus desejos Mesmo o mais urgente A gratidão é o que enfeita De forma mais reluzente Agradecerei a saúde Que mesmo capenga é valente Agradecerei os momentos Que me deixaram contente Agradecerei...

Eu

  Sou boa de sonhos De fatos nem tanto Me perco entre atos Com pouco me encanto Divago sem tempo Desafino, mas canto Nas falhas me encolho No acerto, agiganto Esbarro, derrubo Caio, levanto Faz parte da vida Não muito me espanto Vai passar, vai dar certo Nesse mantra me acalanto E sigo assim...

cada abacaxi…

SÓ APARECE ABACAXI Faço novena, descarrego Para ver se a vida me sorri Já botei até despacho No cemitério do Catumbi Espero caminhos abertos Com fé e com frenesi Minha vida tem o passo De um artrítico jabuti Promessa a todos os santos Nem é tanto que eu pedi Mas...

O meu jeito

Me doem expectativas Do que eu quero e não acontece Talvez seja apenas o tempo Do tempo que o tempo tece Mas eu aflita me encolho Enquanto a alma umedece E, sem mais saídas, rezo Quem sabe adianta uma prece Mônica Raouf El Bayeh

ÚLTIMOS TEXTOS

Respire fundo

Silêncio

Falta

Diferenças

Perspectiva