terça-feira, junho 27, 2017

O que combina comigo?  

  O que combina comigo? Combina o que eu escolho O que me agrada em gosto Recheio, textura e molho   O que me expande em afeto Em coragem, amor e risco Combina o que se entrega Não o que foge arisco   Moreno, não se preocupe Você combina comigo Em dias...

Amor tem que ser inteiro

    Em alegrias flutuo Na inconsistência de cada minuto Quando tudo me é inseguro O equilíbrio é meu atributo   Nada me dá garantia De tudo, um pouco, desfruto Não paraliso no medo Mas alguns dias enluto   Prefiro poucas palavras Observo só. Não discuto As pedras do meu caminho Não atrapalham, eu...

Há anjos. Eu acredito

  Há anjos, eu acredito Há anjos e olham por mim Me cuidam, me guiam, protegem Num bater de asas sem-fim   Há anjos, ou outro nome Não me importa nomenclatura Sei que comigo se importam Me velam com certa ternura   Há anjos, que sorte a minha Há anjos, não...

Serei minha namorada

    Depois de muito penar E garimpar um amor Descubro bem perto o segredo Preciso é me dar valor   Serei, a partir de hoje, Minha linda namorada Me declamarei bons versos Me tratarei por amada   Me darei lindos presentes Me realizarei os desejos Toparei, com prazer enorme, Ir a shows e...

Eu te desejo

  Eu te desejo plenitude Que você não seja tão pouco É chato ser perfeitinho Ouse ser meio louco   Eu te desejo esperança E a crença profunda na fé Em momentos de dificuldade Equivale a um cafuné   Eu te desejo sucesso Dias de boa euforia Riscos, se for preciso Um toque...

É preciso sair da casca

  Com tentativas e erros Faço fogo e me defumo Sonhos têm cheiro de vida Neles mergulho e me perfumo   É preciso sair da casca Romper, criar novo rumo A vida pode ser maior Do que simples e triste resumo   Quero cair de boca Quero o suco e o...

Se te faço feliz, me diga

Se te faço feliz, me diga Me conte, me fale, me tome Quem faz feliz, meu amigo De cortesia tem fome   Feio é quem me usa E, sem dar importância, some Nada aqui nesse mundo É obra vaga e sem-nome   Tudo tem autor, reconheça Tudo com sobrenome E como...

Te guardo em segredo

Se você me enxergasse Além do corpo, só alma Será que fugia assustado? Será que mantinha a calma?   Se você descobrisse Além do que falo, o que sinto Se encantaria e vez? Beberia comigo um tinto?   Se você se encontrasse Aconchegado em afeto Guardado com zêlo e apreço Me chamava...

Que me remende o amor

    Que me flutue o amor Em ondas de suave candura Me voe em novos campos Presa só pela cintura   Que me segure em seus braços Me  carregue em louca aventura Me repagine em leveza E arrojada arquitetura   Amor cola pedaços Amor rejunta fratura Sem preconceitos, sem mimimi Devagar ele chega...

ÚLTIMOS TEXTOS

Respire fundo

Silêncio

Falta

Diferenças

Perspectiva